Quantas vezes você parou para pensar em que se resumem as atividades do seu contador e o quanto é caro manter este profissional?

Além disso, percebeu que a tecnologia evolui de tal maneira que você ou sua própria equipe pode estar realizando estas tarefas e diante da crise que vivemos ainda reduzir este custo não seria nada mal, não é mesmo?

De outro lado está uma série de regras, normas e leis que te apresentam e dizem NÃOOO… O CONTADOR É UM PROFISSIONAL OBRIGATÓRIO….

Então como se posicionar diante destas dúvidas tão cruéis?

Vamos lá, vou te apresentar os dois lados da moeda.

1- Porque o empresário sempre tende a avaliar a CONTABILIDADE COMO UM CUSTO SEM RETORNO?

Durante muitos anos, os profissionais desta área foram tidos como aqueles que somente serviam para emitir guias e muito injustamente enviar a você que ficava com a parte mais dolorosa que é pagar.

Além disso, criou-se a visão de que o trabalho por ele executado era totalmente direcionado ao fisco e inclusive “pro-fisco”, ou seja, para alimentar a fome dos leões tributários.

Não obstante, este profissional ainda teve sempre o papel de pegar no seu pé exigindo o envio dos documentos e informações de forma muito organizadinha, o que para muitos é um verdadeiro carma, afinal, o empresário tem coisas mais importantes para fazer.

Para piorar um pouco você sempre disse não confiar que seus documentos fossem ser tratados e mantidos em ordem suficiente, para que você se sentisse seguro que estes saíssem da sua guarda, uma vez que o velho escritório de contabilidade é exemplo de desorganização.

Outro detalhe que não pode faltar à análise é que pagar a um contador um valor que fosse superior ao salário de um colaborador de sua empresa seria uma verdadeira afronta a sua gestão e aplicação de recursos, além de certamente, isso levaria a uma verdadeira rebelião em seu quadro de empregados que se sentiriam ofendidos por você gastar dinheiro com aquele pessoal da CONTABILIDADE, que só serve mesmo para cobrar informações e dizer que prazos devem ser seguidos.

É…. olhando por este lado, não é nada legal ou agradável ter este profissional em seu centro de custo.
Embora eles sejam graduados e às vezes até doutores em algo, não faz sentido tê-los em sua lista de melhores amigos e parceiros… Afinal, um bom advogado, economista, administrador e RH poderiam perfeitamente atender estas demandas e ai sim seria valioso e importante ter o custo, seja ele qual for o valor.

2- Mas o que você não sabe sobre os bastidores da CONTABILIDADE?

Primeiramente, não é função de o contador emitir guias para pagamento de impostos…. SÉRIO?????!!!!

Sim, sério.

É atribuição do contador com base nas normas contábeis e legislações tributárias oferecer ao empresário e contribuinte soluções para que este possa atuar no mercado de forma que o leve ao crescimento econômico e financeiro e de forma menos onerosa possível.

Aí você diz: MAS O MEU CONTADOR NÃO ATUA DESTA MANEIRA…

Bom aí talvez possa ter duas situações:

1- O seu contador talvez não esteja tecnicamente preparado para atender a sua demanda.

Evidentemente que não estou aqui fazendo juízo da competência de nenhum colega, porém, assim como na medicina e no direito, muitos se especializam em uma determinada área e consequentemente pode estar afastado de questões específicas de certo negócio.
Portanto, você deve sempre procurar profissionais que tenham a devida qualificação para atender a sua necessidade em particular.

2- Você está dando o devido “valor” a este investimento?

Quando falo de valor existem duas situações:

VALOR: Você o vê como o parceiro em seu negócio e permite que ele faça parte das decisões estratégicas de sua empresa que poderiam reduzir e muito os seus custos provenientes de ações mal orientadas?

Como exemplo:
• Formação de Preço de venda de seus produtos e serviços.
• Análise das relações trabalhistas diárias que poderiam reduzir drasticamente suas demandas judiciais.
• Gestão administrativa do seu negócio, que evitaria uma série de problemas fiscais que talvez sua empresa esteja enfrentando.
• Redução da carga tributária pautada nos benefícios fiscais que a própria lei oferece e você não tem ciência por não se tratar do seu ramo e não é sua “expetise”.

Sim…. O profissional da contabilidade pode e deve estar em parceria com sua empresa atuando de forma rápida e segura para que seu empreendimento esteja sempre resguardado de possíveis consequências de uma decisão tomada de forma impensada.

Sempre digo o seguinte aos meus clientes: “O meu sucesso, depende do seu”.

Sabe por quê? Se o contador agir sempre pensando no seu próprio negócio será impedido de gerar soluções que levem ao sucesso, o empreendimento de seu cliente e acabará no final, não obtendo sucesso também.

Somos nós, clientes e contadores, o equilíbrio necessário para que ambos os negócios vá bem.

VALOR: Existe um ditado que diz: “Pagando bem, que mal tem”…

Claro… Que eu não poderia deixar de puxar a sardinha para nossa brasa!!!!

Assim como qualquer profissional o Contador merece e deve ser bem remunerado pelas suas atividades, afinal ele é seu grande parceiro nos negócios.

Infelizmente, ainda existem muitos profissionais que se vendem por pouco e acaba prestando um serviço de baixa qualidade aos seus clientes.

Portanto, para que seu custo com esta contratação seja benéfica, primeiramente você deve ter sempre o cuidado de buscar profissionais que estejam realmente preparados e que invistam em um atendimento diferenciado, oferecendo a sua empresa:

• Informações claras e transparentes.
• Organização e Tecnologia.
• Antecipação às ações fiscais.
• Conhecimento do seu negócio.
• Capacitação à sua empresa.

E principalmente que busque soluções Preventivas, que evitaram que sua empresa tenha ônus por uma má gestão das informações contábeis.

Então te convido a refletir na importância do contador para sua empresa, sem evidentemente querer reduzir a importância dos demais profissionais citados neste artigo, que tem suas prerrogativas, mas que não devem ser confundidas com aquelas atribuídas a nós profissionais da contabilidade.

Somos a ponte entre sua empresa e os demais órgãos e uma atividade extremamente necessária, não só para atender as famigeradas demandas fiscais e tributárias, mas também para auxiliá-lo na modernização dos seus processos, nas decisões estratégicas e na análise pormenorizada do seu negócio.

Claro que o atendimento, a qualificação, a agilidade são fundamentais para que este “valor” seja considerado um investimento para o empresário, afinal, todos nós queremos soluções para nossas questões e se somos bem atendidos, teremos prazer em remunerar bem.

Portanto, o contador é um investimento que se bem escolhido, somente poderá trazer lucro ao seu negócio.

Através deste pensamento, a Preserve e sua equipe está sempre em busca de conhecimento e atualizações, assim como de parcerias que somadas a nossa capacidade técnica poderá dar ao seu negócio mais rentabilidade, sucesso e visibilidade.

Contate nos e conheça nossos métodos de trabalhos e descubra o quanto você poderá ganhar com a contratação de uma empresa de contabilidade, clicando aqui.

Saiba mais
Quer saber mais?
Olá, como posso te ajudar?